terça-feira, 11 de agosto de 2015

Meu quintal. Belezas à nossa volta que passam despercebidas.




            Na correria do nosso dia a dia, geralmente não olhamos à nossa volta, saímos de casa ao amanhecer, voltamos quando anoitece, o que não fizemos, e temos por fazer   ocupa nossa mente, nossos projetos, nossas reformas, o jardim que sonhamos, a churrasqueira, etc. Essa é uma atitude muito comum em mim e na maioria das pessoas que conheço, nós fechamos os olhos para muito do que é belo ao nosso redor, sim, belo  e totalmente ao alcance das mãos.  Deixamos de aproveitar coisas fantásticas, já prontas! São coisas que podem se apresentar como corriqueiras, porque nos são oferecidas pela natureza ao acaso e gratuitamente, ou até mesmo feitas por nós, sem pretensões, que não damos o devido valor! Então deixamos de lado o que geralmente é belo por si só, e, não nos damos conta dos talentos que reside em nós. Em seguida voltamos nossos olhos para o quintal do vizinho. Afinal, lá o gramado é sempre mais verdinho.  
            Olhar para o que foi feito, valorizar nossas conquistas, ainda que consideradas pequenas por nós, esse é o segredo.




quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Quadro decorativo artesanal


Olá caríssimos! Eu gostaria de apresentar a vocês meu novo quadro decorativo, feito artesanalmente com madeira reciclada de demolição, peroba rosa.
Quadro Decorativo
Madeira de Demolição - Peroba rosa
Dimensões 54 cm x 66 cm
Moldura em estilo rústico
Arte: Helder Pavinato

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Arte e Decoração.

 Buscando um toque de classe, mas sem abandonar o estilo rústico. 
Valorizando sobre tudo os detalhes da ação do tempo sobre velhos retalhos das tábuas de peroba rosa. 
Quadro decorativo confeccionado a partir de madeira de demolição,
 Madeira utilizada neste trabalho é a peroba rosa, com recortes e entalhes. Modelagem exclusiva e artesanal. Dimensões: 30 cm x 44 cm.
 
Arte: Helder Pavinato

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Decoração - Arte rústica em madeira.


             Sempre tive uma enorme fascinação pela arte, e apesar de não ser dono de um estilo, ou ter concepção definitiva a respeito, procuro, sempre que possível estar conectado a esta atividade fantástica. Conseguir apreciar um trabalho artístico é uma dádiva, pois ela transcende a matéria, ela nos conduz a um aconchegante cantinho dentro do nosso ser. Expressar através da arte é, antes de tudo:  um constante diálogo entre o real e  o imaginário. 

             A minha charge mostrar o lado crítico e cômico do nosso cotidiano, isso rendeu me certo reconhecimento, elogioso em sua maioria, mas  críticos em alguns momentos. Não é fácil agradar a todos! A arte me conduziu à serigrafia, modelagem, pintura e a várias outras atividades. Atualmente me dedico à criação de quadros decorativos. Sempre de forma amadora e nos momentos vagos, então lanço mão de retalhos de madeiras e metais, e procurando de forma harmoniosa transformá-los em um objeto agradável aos olhos. A ideia  surgiu a partir do momento em que resolvi decorar minha sala de trabalho, criei alguns e os expus, e, para minha surpresa, comecei a receber encomendas.

             Selecionei aqui, alguns peças para que você possa conhecer um pouco da minha arte. Espero que goste!

Quadro Decorativo em madeira.
Estilo: Rústico .
Técnica: Artesanal. Entalhado e recortado em madeira de demolição.
Dimensões 45 cm x 30 cm.

Arte: Helder Pavinato.


Quadro Decorativo em Madeira.
Estilo Rústico.
Técnica: Artesanal. Entalhado , recortado com mosaico em pastilha de vidro entre moldura externa e paspatur.
Dimensões : 0,68 cm x 0,88 cm.
Arte: Helder Pavinato

 








Quadro Decorativo em Madeira.
Estilo: Clássico.
Técnica: Artesanal com recortes e entalhes.
Dimensões: 0,50 cm x 0,60 cm.
Arte: Helder Pavinato


















Quadro em madeira com flores artificiais em relevo.
Estilo: Semi- Rústico.
Dimensões 0,55 cm x 0,78 cm.




segunda-feira, 8 de junho de 2015

O melhor instante é o agora e o melhor lugar é o aqui.


Transtornos pós-modernos
A Síndrome do Prefácio - por que a felicidade não está aqui e no agora?
Felizmente existe uma grande divulgação das síndromes e transtornos que podem assolar nossa psicologia em nosso mundo cada vez mais pós-moderno.
No entanto, uma das mais perigosas síndromes passa despercebida dos grandes fóruns de psiquiatria. Eu a denomino “Síndrome do Prefácio” e seus sintomas são bem conhecidos.
A vítima desse mal acredita que sua felicidade só será alcançada daqui a algum tempo:Quando crescer, quando fizer 18 anos ou 21. Quando passar no vestibular, quando se formar, quando arrumar um emprego, quando sair de casa, quando casar, quando se divorciar, quando mudar de emprego, quando for promovido, quando comprar a casa nova ou o carro novo, quando se mudar, quando se aposentar…
Quando, quando e quando. Nunca o aqui ou o agora!
O futuro x o presente
Penso muito nesta síndrome que a muitos acomete de forma inconsciente quase sub-reptícia tendo em vista a cumplicidade coletiva dos grupos sociais e das grandes instituições.
A síndrome do prefácio preconiza que sua vida ainda está para começar. Tudo o que você viveu e vive até agora é apenas o prefácio da grande saga que ainda irá escrever.Assim posterga suas mais importantes decisões, menospreza seus melhores feitos, ignora seus melhores amigos e subestima suas relações afetivas mais significativas.
Afinal esse namoro é apenas um passatempo! Esse emprego é temporário, essa amizade é passageira, esse romance é efêmero. O melhor ainda está ainda por vir!
Essa síndrome paralisa a capacidade de aproveitar o momento e degustar os aspectos mais proeminentes do aqui e do agora. Faz com que cada um viva o amargor diário da frustração de intuir que do outro lado a grama é sempre mais verde! E quanto mais distante estiver de si esse “outro lado” — seja no tempo ou no espaço — o verdor desse simbólico gramado será muito mais perfeito e pleno.
Querer ou não querer?
É em parte devido à essa síndrome do prefácio que as pessoas dirigem seus carros, completamente desesperados pelas avenidas ou rodovias do fim de semana com pressa de chegar a esse “outro lado”.
Seja para disputar uma mesa no happy hour do bar da moda seja para usar a espreguiçadeira compartilhada na casa de praia comprada em consórcio.
O melhor está além. Sempre além. Seja o além das minhas posses. Seja o além de minhas possibilidades. Questões que podem ser resolvidas numa equação simples de investimento x oportunidade
Se estou na plateia quereria o primeiro balcão. Se estou em Canavieiras almejaria Joaquina.
Não. Não é o velho dilema do copo meio cheio ou meio vazio.  Ou da ave na mão comparada àquelas duas voando no céu inalcançável. É o dilema entre o real e o imaginado.  O que no fundo é uma grande bobagem porque o imaginado sempre supera o real— pelo menos nessa perspectiva tão rasteira. Não é trocar o copo meio cheio pelo meio vazio. É trocar um copo cheio real por outro copo também cheio — porém — imaginado.
Especiaria perigosa
Não tenho nada contra a essa mola propulsora que nos faz querer sempre mais.
O que me perturba na ambição em seu papel da pimenta que estraga o prato da vida, tornando-a intragável — Não é a ambição em si — mas seu excesso que amortece o sabor das pitadas necessárias para deixar a vida mais viva.
Mas é essa fome que nunca cessa; é esse vazio que nunca se preenche.E, no entanto, a vida é no fundo a própria jornada e não o almejado ponto de chegada.
Que tal reduzir a velocidade na sua a ida à praia e aproveitar o passeio? Porque o melhor instante é o agora e o melhor lugar é o aqui. Só dessa forma conseguiremos construir uma sucessão temporal de “aquis e agoras” num crescendo em qualidade e intensidade que transforme a aventura de viver numa experiência memorável.
E como fazer isso?
Bem, isso já é tema para um próximo artigo. Não perca!
-o-
[Leia os outros artigos  de Mustafá Ali Kanso  publicado semanalmente aqui no Hypescience. Comente também no FACEBOOK – Mustafá Ibn Ali Kanso ]

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Pesquisa Ibope
Dilma tem pior avaliação de desempenho desde que assumiu a Presidência

Em dezembro de 2014, 40% avaliavam o governo como ótimo ou bom. Em março, o índice foi de 12%


01/04/2015 | 12h18
A presidente Dilma Rousseff atingiu em março o pior nível de popularidade desde o início do seu governo, em 2011, segundo pesquisa do Ibope feita a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quarta-feira. A confiança na presidente caiu para 24%. Outros 74% dos entrevistados disseram que não confiam em Dilma e 3% não quiseram ou não souberam responder (a soma dos percentuais não iguala 100% em função do arredondamento dos índices).
O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 cidades entre 21 e 25 de março, com margem de erro de dois pontos porcentuais e nível de confiança no resultado de 95%. Na última pesquisa, realizada em dezembro, a presidente Dilma tinha a confiança de 51% dos brasileiros. No levantamento, não confiavam na presidente 44% dos entrevistados.
O pico de popularidade de Dilma ocorreu em março de 2013, quando atingiu 75% de confiança. Em em seguida, após as manifestações de junho daquele ano, a confiança na presidente caiu para 45%.
40% avaliavam o governo como bom ou ótimo, agora são 12%
Segundo o Ibope, o governo Dilma Rousseff é avaliado como ótimo ou bom por 12% dos brasileiros. Em dezembro, na primeira pesquisa CNI/Ibope após a reeleição da presidente, o índice era de 40%.
Os que consideram o governo regular atingiram 23% e os que o avaliam como ruim ou péssimo são 64%. No fim de 2014, 32% apontavam o governo como regular e 27%, como ruim e péssimo.
O resultado divulgado nesta quarta-feira representa o pior desempenho de um presidente em início de mandato desde o primeiro ano do segundo governo de Fernando Henrique Cardoso, em 1999.
Já aprovação ao governo petista atingiu 19% em março, contra 52% em dezembro. A desaprovação subiu para 78% no mês passado, ante 41% em dezembro.

Zero HoraNotícias

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Cambé desenvolve ação para resolver os problemas de animais errantes de grande porte

PDF
Cambé desenvolve ação para resolver os problemas de animais errantes de grande porte
A Prefeitura de Cambé está abrindo processo licitatório, a fim de contratar uma empresa especializada para a prestação de serviços de apreensão, manutenção e destinação de animais errantes de grande porte, que estejam em área territorial pertencente ao município de Cambé. Essa ação da SAMA – Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente vem de encontro ao que já é preconizado no artigo 60 da Lei n.º 684 de 1989 - “Código de Posturas do Município de Cambé”, visando promover a conscientização e se necessário a responsabilização dos donos de animais quanto à questão de segurança no trânsito da cidade, já que é comum avistar animais (bois, cavalos, entre outros) deixados em vias e espaços públicos e terrenos baldios e margeando estradas estaduais e/ou federais que atravessam o Município. 
Segundo o Secretário Paulo Godoi a intenção da prefeitura é conscientizar os proprietários e/ou responsáveis por esses animais errantes sobre os riscos que os mesmos vem oferecendo para a população em geral visando oferecer maior segurança aos condutores de veículos automotores, além de proporcionar bem estar aos próprios animais, destinando-os a um local adequado onde possam ter acesso à água e comida até que sejam resgatados por seus donos ou até que seja dado uma destinação adequada para os mesmos”. Afirmou o secretário. “A SAMA está trabalhando nesse projeto há alguns meses por se tratar de uma questão bastante complexa, porém a nossa intenção é promover os encaminhamentos necessários para a breve solução do problema evitando assim os riscos oferecidos aos munícipes e também responsabilizando e penalizando os responsáveis por maus tratos com os animais que por inúmeras vezes são abandonados”. Concluiu Paulo Godoi.
A SAMA alerta aos proprietários e/ou responsáveis desses animais que esta prática pode configurar crime ambiental ficando o infrator sujeito às penalidades legais cabíveis previstas na legislação ambiental vigente.
Mais informações sobre o assunto estão disponíveis no telefone 3174-0490.

Um ingrediente comum nos sabonetes pode causar doença hepática


sabonete triclosan
Triclosan é um agente antimicrobiano comumente encontrado em sabonetes, xampus, cremes dentais e outros itens domésticos.
Apesar do seu uso generalizado, uma nova pesquisa da Universidade da Califórnia em San Diego (EUA) concluiu que a exposição a longo prazo a esse produto químico pode ter consequências potencialmente graves.

O uso prolongado de triclosan pode provocar fibrose hepática e câncer, como aconteceu com ratos de laboratório. Eles ficaram sujeitos às doenças através de mecanismos moleculares que também são relevantes em humanos.
“Há um risco muito real de toxicidade do fígado para as pessoas, como acontece em ratos, especialmente quando [o triclosan é] combinado com outros compostos com ação semelhante”, disse Robert H. Tukey, que liderou o estudo, juntamente com Bruce D. Hammock, professor da Universidade da Califórnia em Davis.

Como o composto atrapalha a saúde

Na pesquisa, o composto comprometeu a função hepática em ratos. Os animais expostos ao triclosan durante seis meses (aproximadamente 18 anos humanos) foram mais susceptíveis a tumores do fígado induzidos por químicos. Os tumores eram também maiores e mais frequentes do que em ratos não expostos à substância.
O estudo sugere que o triclosan pode causar danos por interferir com o receptor androstano constitutivo, uma proteína responsável pela desintoxicação de produtos químicos do corpo.
Para compensar esse estresse, as células do fígado se proliferam e ficam fibróticas ao longo do tempo. Exposição repetida ao triclosan e fibrose hepática contínua eventualmente levam a formação de tumores.
Triclosan é talvez o antibacteriano mais onipresente nos produtos de cuidados e limpeza. Segundo os pesquisadores, poderíamos reduzir o uso desse composto em produtos onde ele aparece em altas quantidades e oferece pouco benefício, como em sabonetes líquidos. Porém, poderíamos continuar usando a substância em produtos onde ela aparece em menor quantidade e seu valor para a saúde é maior, como em cremes dentais. [MedicalXxpress]

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Judô de Cambé presente nos Jogos Abertos do Paraná e de Campeonato Internacional

PDF
Judô de Cambé presente nos Jogos Abertos do Paraná e de Campeonato Internacional
No mês de Setembro aconteceram duas competições de alto nível e a cidade de Cambé foi representada e conseguiu ótimos resultados na modalidade de judô, onde os atletas da AJC (associação de judô Cambé), participaram do campeonato internacional Nelson Morimoto em Presidente Venceslau (SP), que além de atletas de entidades conhecidas como Sesi-SP, Bastos e Clubes paulistas, conta também com presença de judocas da América latina.
O Campeonato foi representado por 30 atletas da cidade, inclusive os senseis Marcos Adriano Gonçalves que se classificou em terceiro em sua categoria (90kg médio) e terceiro também na categoria Absoluto. O sensei Guilherme Seraphim conquistou a terceira colocação na categoria (100Kg, Meio Pesado).
Judô de Cambé presente nos Jogos Abertos do Paraná e de Campeonato InternacionalTambém em setembro, os atletas representaram o município nos jogos abertos de Cambé onde a equipe pode contar com o apoio dos professores e amigos Marcelo Missaka (sensei) e Murilo Mendes (sensei) o qual desenvolvem junto a prefeitura projetos sociais e educacionais em Cambé.
Os Jogos abertos do Paraná aconteceu na cidade de Toledo e Cambé foi representado por oito atletas no masculino e uma atleta no feminino. 
Os senseis ressaltam que para desenvolver tal trabalho, contaram com a ajuda e apoio da secretaria de esportes, representado pelo secretário Fabio (Pio) Fernandes, e André Renato, Diretor de Esporte, que estão diretamente ligados ao judô e incentivam o seu crescimento na região.
Os senseis Marcos Adriano e Guilherme Seraphim (AJC), agradecem as oportunidades e enfatizam o valor da amizade e os princípios pregados pelo judô, prosperidade e benefícios mútuos (Jita Kyoei).
Os treinamentos da modalidade Judô em Cambé acontece as segundas, quartas e sextas , na academia Mega corpo da avenida Belo horizonte, 1570, onde a AJC ministra aulas para crianças a partir dos 4 anos de idade e também na rua Salmos, 199, Moradias Dr. José dos Santos Rocha (mutirão) a partir das 18h30 e mais informações pelos telefones 3154- 3366 ou 3035-4010.

Prefeitura compra maquinários e veículos

PDF
Prefeitura compra maquinários e veículos
A Prefeitura de Cambé, entregou várias máquinas e veículos em evento realizado nas instalações do antigo IBC. Na solenidade que contou com a presença do prefeito João Pavinato, da vice prefeira Cidinha Pascueto, dos vereadores Elizeu Vidotti (Presidente da Câmara), Estela camata, Paulo Soares, Rômulo Yanke, Magnata e Cecílio Araújo, do Secretário de Obras e Serviços Públicos, Osmarino Manzoni, do presidente da COMDEC, José Ruiz, além de diversas autoridades, foram entregues quatro máquinas e nove veículos. Segundo o prefeito João Pavinato, “foram investidos aproximadamente 2 milhões de reais na compra de um rolo compactador, uma escavadeira hidráulica, uma retro escavadeira, uma pá carregadeira, dois saveiros, três gols, uma caminhonete Amarok, um caminhão e dois utilitários com cestos aéreos”. Pavinato também destacou que toda a aquisição foi com recursos próprios da Prefeitura de Cambé, sem necessidade de nenhum financiamento e que há mais de 25 anos não se renovava maquinários na cidade. O presidente da Câmara Elizeu Vidotti destacou a importância dos novos equipamentos que “significarão possibilidade de atender melhor o povo de Cambé”. Para o Secretário de Obras, Osmarino Manzoni, “com estes equipamentos, juntamente com os já existentes, a Prefeitura de Cambé passará a ter muito mais capacidade de atender a grande demanda de serviços exigidos diariamente. Tenho certeza de que nossa população será melhor atendida com estas novas máquinas". Finalizou Manzoni.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Santa Casa de Misericórdia de Cambé

Santa Casa lança campanha e faz chamamento aos voluntários

PDF
Santa Casa lança campanha e faz chamamento aos voluntáriosA Santa Casa de Misericórdia de Cambé realiza o lançamento de uma campanha no dia 9 de agosto, a partir das 9 horas, no calçadão da avenida Brasil, no centro de Cambé em benefício do hospital.
O objetivo dessa campanha “Amigo da Santa Casa de Cambé”, cujo mascote é o “Sorinho”, é propiciar à comunidade opções para as pessoas que gostariam de ajudar a Santa Casa e não sabe como. É um chamamento para o vonluntariado cambeense, onde serão explicadas várias ações que podem reverter em benefícios para esse  importante hospital que atende pacientes do município de Cambé e de toda a região.

BiblioSesc em Cambè


A BiblioSesc completa dez dias em Cambé e aguarda por mais visitas em sua sede. A Biblioteca Itinerante ganhou a simpatia e aprovação da comunidade e também da Rede Municipal de Ensino.
Na próxima semana diversas Escolas Municipais irão levar seus alunos em horário de aula para que eles conheçam o espaço. Esse passeio até a BiblioSesc, segundo a Secretária Municipal de Educação, Claudia Aparecida Paschoal de Souza somada a outras ações das Escolas, promove a identificação das crianças com o hábito de ler.
De acordo com a Rede Municipal de Ensino, as Escolas que já agendaram visitas a BiblioSesc são: Escola Municipal Balão Mágico, o Centro Municipal de EducaçãoDr. Daisaku Ikeda e Escola Municipal Professor Jacídio Correia. Conforme o planejamento da Secretaria Municipal de Educação, as outras Escolas também organizarão algumas visitas a Biblioteca Itinerante.
Segundo Claudia, os alunos que integram a Rede Municipal de Ensino são orientados a praticarem a leitura tanto nas salas de aula, como fora delas, “uma de nossas metas é envolver o estudante com a prática da leitura. Esse envolvimento é incentivado tanto em atividades curriculares, como em eventos que somam comunidade e família.” A Secretária completa que a adesão dos alunos, de diversas faixas etárias é satisfatório em Cambé, “notamos que as crianças mesmo tendo acesso a tantas novas ferramentas de informação, ainda buscam por um bom livro. Com isso, adquirimos no início de julho mais de quatro mil livros de literatura infantil, o que enriquecerá o acervo das Escolas”. Finaliza a secretária Claudia Paschoal de Souza.



quinta-feira, 10 de abril de 2014

54° Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina é lançada com novidades em diversos setores

PDF
Governador Beto Richa inaugura a passarela  em frente a Sociedade Rural do ParanáA 54° Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina começou com lançamentos e novidades. Seguindo o protocolo, o primeiro dia de feira, 3 de abril, contou com a presença de autoridades e personalidades, como o Governador do Estado, Beto Richa, o Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado, Norberto Anacleto Ortigara, O Prefeito de Cambé, João Pavinato, Prefeito de Londrina, Alexandre Kireff, o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Moacir Sgarioni, os deputados federais Luiz Carlos Hauly e Abelardo Lupion, os Deputados Estaduais Tercílio Turini e Pedro Lupion. Na plateia ainda estavam o Deputado Estadual Luiz Eduardo Cheida, o Deputado Federal, Ratinho Junior, o Ex-Governador do Paraná, Orlando Pessuti, o ex- Deputado Estadual Gilberto Martin, entre outras autoridades. Prestigiando o lançamento também estavam o Secretário Municipal de Trabalho e Profissionalização, José Aparecido Rolim, o Gerente da Agência do Trabalhador de Cambé, Jéferson Luiz de Oliveira, o Vereador Júnior Félix e Vereador Paulo Soares.
O Parque Governador Ney Braga e a comunidade, que mora e trabalha em torno do Parque, ganharam não só mais uma edição do evento, mas também uma passarela que facilitará o acesso ao local e automaticamente a feira, que segue com a expectativa de receber mais de 500 mil pessoas durante toda a duração da festa. O Portal “Big Bem Londrina” foi construído, pela empresa Econorte e inaugurado no primeiro dia do evento . Segundo a Assessoria de Comunicação da Construtora, a obra que fica em frente ao Parque, na PR-445, tem 65 metros de comprimento, fora as rampas de acesso, e 5 m de largura na passagem de pedestres, possui design contemporâneo e uma estrutura que promove a acessibilidade.
Outra novidade que enriqueceu a abertura da Expo 2014, foi o lançamento da Companhia de Polícia de Choque, a primeira fora de Curitiba. A Companhia que contará com 140 policiais e ficará instalada em Prefeito de Londrina Alexandre Kireeff, Presidente da SRP Moacir Sgarioni, Governador Beto Richa e Prefeito de Cambé João Pavinato na abertura oficial da ExpoLondrina 2014Londrina, irá atender a cidade sede e região metropolitana, incluindo Cambé. “é com satisfação que vemos que a segurança em Cambé já está reforçada, já que essa tropa atua em situações de extremo risco, como seqüestros, tumultos, entre outras ocorrências”, afirma o prefeito de Cambé, João Pavinato.
Compondo o protocolo, cada autoridade que integrou a mesa no momento da apresentação da feira fez seu discurso. No pronunciamento do prefeito de Cambé, que destacou a importância da feira para a região, foi citado também a busca que os municípios do norte do Paraná fazem para que a região seja mais contemplada. “Esse evento que serve como vitrine de negócios e movimenta toda a região é um exemplo para a economia que necessita de avanço. Cambé, que segue como parte colaborativa da feira continua junto com o Governo do Estado pedindo por mais atenção”, afirma Pavinato.
A Exposição Agropecuária e Estadual de Londrina, que abre o calendário nacional de exposições, além de ser reconhecida pelos bons leilões que promove, segue crescendo na disponibilização de produtos industriais e comerciais. A feira 2014 segue até o próximo dia 13, com eventos programados para todos os dias.
Mais informações pelo site: expolondrina2014.com.br.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

REGIONAL NORTE DO PARANÁ

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Cambé sai na frente de Londrina na castração e vacinação de animais

PDF
Cambé sai na frente de Londrina na castração e vacinação de animaisA Prefeitura de Cambé castrou e vacinou 40 animais de rua no mês passado. O município contratou uma clínica particular para a prestação do serviço. O recolhimento dos cães e gatos abandonados está sendo feito por três grupos de cuidadores da cidade - Vira Latas, Adote uma Vida e Amigo Bicho. "Eles têm requisições que dão acesso à clínica veterinária", explicou o chefe da Vigilância Sanitária e Ambiental de Cambé, Maurício Gomes da Rocha Neto.
A iniciativa que culminou na prestação dos atendimentos demorou um ano para sair do papel em Cambé. Em Londrina, proposta semelhante ainda gatinha. A atual administração trabalha na formulação de um projeto para a construção de um Centro de Zoonoses, mas só para 2016. A Vigilância Ambiental londrinense também discute a contratação de uma clínica para castrar os animais de rua, mas a falta de recursos - cerca de R$ 200 mil mensais - barra as intenções do órgão municipal. Há a expectativa de que o processo licitatório para a prestação do serviço seja aberto pela Secretaria Municipal de Gestão Pública até o final do primeiro semestre deste ano.
Atualmente, Londrina possui mais de 30 mil animais abandonados. A Vigilância Ambiental tem a intenção de cCambé sai na frente de Londrina na castração e vacinação de animaisastrar até 200 cães e gatos por mês para conter o avanço populacional dos bichos.
Em Cambé, o número de animais de rua é bem menor. Gira em torno dos cinco mil, de acordo com a Vigilância Sanitária e Ambiental do município. "Vamos manter o número de 40 castrações por mês e, caso seja necessário, podemos readequar o contrato com a clínica veterinária para aumentar ou diminuir o número de requisições", observou Rocha Neto.
Ele lembrou que os animais são castrados, vacinados e colocados para adoção pelo grupo de cuidadores. "O fato de os bichos estarem bem cuidados aumenta consideravelmente a chance de eles serem adotados", destacou.
O chefe da Vigilância Sanitária e Ambiental de Cambé lembrou, ainda, que antes de o município oferecer o serviço, a castração e a vacinação dos animais eram bancadas pelos próprios cuidadores. "Eles precisavam angariar recursos para manter o atendimento", explicou. Rocha Neto disse, também, que só vão receber os cuidados do poder público, os animais de rua. "Cães e gatos domésticos não serão contemplados pelo projeto."
Fonte: Portal Bonde