segunda-feira, 21 de julho de 2014

Santa Casa de Misericórdia de Cambé

Santa Casa lança campanha e faz chamamento aos voluntários

PDF
Santa Casa lança campanha e faz chamamento aos voluntáriosA Santa Casa de Misericórdia de Cambé realiza o lançamento de uma campanha no dia 9 de agosto, a partir das 9 horas, no calçadão da avenida Brasil, no centro de Cambé em benefício do hospital.
O objetivo dessa campanha “Amigo da Santa Casa de Cambé”, cujo mascote é o “Sorinho”, é propiciar à comunidade opções para as pessoas que gostariam de ajudar a Santa Casa e não sabe como. É um chamamento para o vonluntariado cambeense, onde serão explicadas várias ações que podem reverter em benefícios para esse  importante hospital que atende pacientes do município de Cambé e de toda a região.

BiblioSesc em Cambè


A BiblioSesc completa dez dias em Cambé e aguarda por mais visitas em sua sede. A Biblioteca Itinerante ganhou a simpatia e aprovação da comunidade e também da Rede Municipal de Ensino.
Na próxima semana diversas Escolas Municipais irão levar seus alunos em horário de aula para que eles conheçam o espaço. Esse passeio até a BiblioSesc, segundo a Secretária Municipal de Educação, Claudia Aparecida Paschoal de Souza somada a outras ações das Escolas, promove a identificação das crianças com o hábito de ler.
De acordo com a Rede Municipal de Ensino, as Escolas que já agendaram visitas a BiblioSesc são: Escola Municipal Balão Mágico, o Centro Municipal de EducaçãoDr. Daisaku Ikeda e Escola Municipal Professor Jacídio Correia. Conforme o planejamento da Secretaria Municipal de Educação, as outras Escolas também organizarão algumas visitas a Biblioteca Itinerante.
Segundo Claudia, os alunos que integram a Rede Municipal de Ensino são orientados a praticarem a leitura tanto nas salas de aula, como fora delas, “uma de nossas metas é envolver o estudante com a prática da leitura. Esse envolvimento é incentivado tanto em atividades curriculares, como em eventos que somam comunidade e família.” A Secretária completa que a adesão dos alunos, de diversas faixas etárias é satisfatório em Cambé, “notamos que as crianças mesmo tendo acesso a tantas novas ferramentas de informação, ainda buscam por um bom livro. Com isso, adquirimos no início de julho mais de quatro mil livros de literatura infantil, o que enriquecerá o acervo das Escolas”. Finaliza a secretária Claudia Paschoal de Souza.



segunda-feira, 2 de junho de 2014

30/05/2014 -- 09h30


Bonde - O Maior Portal do Paraná Santa Casa de Cambé recebe equipamentos para mais quatro leitos de UTI

Secretaria Estadual de Saúde do Paraná
QR:


O Governo do Estado repassou nesta semana equipamentos que possibilitaram a abertura de quatro leitos de UTI adulto na Santa Casa de Cambé. Com estes investimentos a unidade passa a contar com 10 leitos de UTI adulto.

O hospital filantrópico está credenciado ao programa HospSUS e recebe recursos mensais de custeio para atuar como referência regional na Rede Paraná Urgência, além da produção mensal hospitalar. "Este é mais um reforço no atendimento de urgência e emergência da região norte", afirmou o secretário da Saúde Michele Caputo Neto.

Divulgação


Desde 2011, os investimentos do Governo do Estado geraram impactos positivos na criação de leitos para Unidades de Terapia Intensiva. Em janeiro de 2011, o Estado contava com 1.268 leitos de UTI vinculados ao SUS. Em três anos, este número subiu para 1.588 leitos, com crescimento de 25%. São 388 leitos a mais em hospitais públicos e filantrópicos, implantados com apoio do Estado em obras, equipamentos e custeio.

Caputo Neto ressaltou que com o funcionamento de mais 260 leitos que estão programados para até o fim de 2014, o número de leitos de UTI para atendimento público no Paraná aumentará 46% em quatro anos.
Bonde - O Maior Portal do Paraná

quinta-feira, 10 de abril de 2014

54° Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina é lançada com novidades em diversos setores

PDF
Governador Beto Richa inaugura a passarela  em frente a Sociedade Rural do ParanáA 54° Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina começou com lançamentos e novidades. Seguindo o protocolo, o primeiro dia de feira, 3 de abril, contou com a presença de autoridades e personalidades, como o Governador do Estado, Beto Richa, o Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado, Norberto Anacleto Ortigara, O Prefeito de Cambé, João Pavinato, Prefeito de Londrina, Alexandre Kireff, o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Moacir Sgarioni, os deputados federais Luiz Carlos Hauly e Abelardo Lupion, os Deputados Estaduais Tercílio Turini e Pedro Lupion. Na plateia ainda estavam o Deputado Estadual Luiz Eduardo Cheida, o Deputado Federal, Ratinho Junior, o Ex-Governador do Paraná, Orlando Pessuti, o ex- Deputado Estadual Gilberto Martin, entre outras autoridades. Prestigiando o lançamento também estavam o Secretário Municipal de Trabalho e Profissionalização, José Aparecido Rolim, o Gerente da Agência do Trabalhador de Cambé, Jéferson Luiz de Oliveira, o Vereador Júnior Félix e Vereador Paulo Soares.
O Parque Governador Ney Braga e a comunidade, que mora e trabalha em torno do Parque, ganharam não só mais uma edição do evento, mas também uma passarela que facilitará o acesso ao local e automaticamente a feira, que segue com a expectativa de receber mais de 500 mil pessoas durante toda a duração da festa. O Portal “Big Bem Londrina” foi construído, pela empresa Econorte e inaugurado no primeiro dia do evento . Segundo a Assessoria de Comunicação da Construtora, a obra que fica em frente ao Parque, na PR-445, tem 65 metros de comprimento, fora as rampas de acesso, e 5 m de largura na passagem de pedestres, possui design contemporâneo e uma estrutura que promove a acessibilidade.
Outra novidade que enriqueceu a abertura da Expo 2014, foi o lançamento da Companhia de Polícia de Choque, a primeira fora de Curitiba. A Companhia que contará com 140 policiais e ficará instalada em Prefeito de Londrina Alexandre Kireeff, Presidente da SRP Moacir Sgarioni, Governador Beto Richa e Prefeito de Cambé João Pavinato na abertura oficial da ExpoLondrina 2014Londrina, irá atender a cidade sede e região metropolitana, incluindo Cambé. “é com satisfação que vemos que a segurança em Cambé já está reforçada, já que essa tropa atua em situações de extremo risco, como seqüestros, tumultos, entre outras ocorrências”, afirma o prefeito de Cambé, João Pavinato.
Compondo o protocolo, cada autoridade que integrou a mesa no momento da apresentação da feira fez seu discurso. No pronunciamento do prefeito de Cambé, que destacou a importância da feira para a região, foi citado também a busca que os municípios do norte do Paraná fazem para que a região seja mais contemplada. “Esse evento que serve como vitrine de negócios e movimenta toda a região é um exemplo para a economia que necessita de avanço. Cambé, que segue como parte colaborativa da feira continua junto com o Governo do Estado pedindo por mais atenção”, afirma Pavinato.
A Exposição Agropecuária e Estadual de Londrina, que abre o calendário nacional de exposições, além de ser reconhecida pelos bons leilões que promove, segue crescendo na disponibilização de produtos industriais e comerciais. A feira 2014 segue até o próximo dia 13, com eventos programados para todos os dias.
Mais informações pelo site: expolondrina2014.com.br.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

REGIONAL NORTE DO PARANÁ

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Cambé sai na frente de Londrina na castração e vacinação de animais

PDF
Cambé sai na frente de Londrina na castração e vacinação de animaisA Prefeitura de Cambé castrou e vacinou 40 animais de rua no mês passado. O município contratou uma clínica particular para a prestação do serviço. O recolhimento dos cães e gatos abandonados está sendo feito por três grupos de cuidadores da cidade - Vira Latas, Adote uma Vida e Amigo Bicho. "Eles têm requisições que dão acesso à clínica veterinária", explicou o chefe da Vigilância Sanitária e Ambiental de Cambé, Maurício Gomes da Rocha Neto.
A iniciativa que culminou na prestação dos atendimentos demorou um ano para sair do papel em Cambé. Em Londrina, proposta semelhante ainda gatinha. A atual administração trabalha na formulação de um projeto para a construção de um Centro de Zoonoses, mas só para 2016. A Vigilância Ambiental londrinense também discute a contratação de uma clínica para castrar os animais de rua, mas a falta de recursos - cerca de R$ 200 mil mensais - barra as intenções do órgão municipal. Há a expectativa de que o processo licitatório para a prestação do serviço seja aberto pela Secretaria Municipal de Gestão Pública até o final do primeiro semestre deste ano.
Atualmente, Londrina possui mais de 30 mil animais abandonados. A Vigilância Ambiental tem a intenção de cCambé sai na frente de Londrina na castração e vacinação de animaisastrar até 200 cães e gatos por mês para conter o avanço populacional dos bichos.
Em Cambé, o número de animais de rua é bem menor. Gira em torno dos cinco mil, de acordo com a Vigilância Sanitária e Ambiental do município. "Vamos manter o número de 40 castrações por mês e, caso seja necessário, podemos readequar o contrato com a clínica veterinária para aumentar ou diminuir o número de requisições", observou Rocha Neto.
Ele lembrou que os animais são castrados, vacinados e colocados para adoção pelo grupo de cuidadores. "O fato de os bichos estarem bem cuidados aumenta consideravelmente a chance de eles serem adotados", destacou.
O chefe da Vigilância Sanitária e Ambiental de Cambé lembrou, ainda, que antes de o município oferecer o serviço, a castração e a vacinação dos animais eram bancadas pelos próprios cuidadores. "Eles precisavam angariar recursos para manter o atendimento", explicou. Rocha Neto disse, também, que só vão receber os cuidados do poder público, os animais de rua. "Cães e gatos domésticos não serão contemplados pelo projeto."
Fonte: Portal Bonde
 

Prefeitura de Cambé
Preparativos no Parque Danziger Hof para a Exposição IndígenaPrefeitura e Museu Histórico realizam mais uma Exposição Indígena de Cambé
Seg, 07 de Abril de 2014 10:26
A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, FUNCAC – Fundação Cultural e
Artística de Cambé e Museu Histórico promove mais uma edição da exposição indígena que
fica aberta a visitação pública de 8 de abril a 15 de maio no Parque Histórico Municipal
“Danziger Hof” ,com as seguintes atividades: exposição fotográfica “os Índios do Apucaraninha”
do fotógrafo Eduardo Pavinato, passeio monitorado pelas trilhas do parque, exibição de filmes
referente ao tema e exposição de artesanato indígena da Reserva do Apucaraninha e do
Brasil. Este evento tem por objetivo levar a população cambeense e, em especial, aos alunos
da rede pública de ensino um pouco da cultura dos índios brasileiros. São parceiros também
nesta promoção as secretarias municipais de Educação, Agricultura e Meio Ambiente, Obras e
COMDEC – Companhia de Desenvolvimento de Cambé. A visitação da Exposição
Indígena deve ser agendada junto ao Museu Histórico de Cambé e mais informações estão
disponíveis no 3174-0291. 

quinta-feira, 20 de março de 2014

Amar é

Adicionar legenda
"Ah! o amor ... que nasce não sei onde, vem não sei como e dói não sei porque..." (Carlos Drummond de Andrade)

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Saúde de cambé

Prefeitura entrega a UBS da Vila Guarani totalmente reformada


Prefeitura entrega a UBS da Vila Guarani totalmente reformada
A Prefeitura de Cambé, através da Secretaria Municipal de Saúde, convida para a entrega da reforma da Unidade de Saúde Edgard Paes de Mello, que acontece no dia 28 de fevereiro, sexta-feira, às 15 horas, na rua Vitória, 307, na Vila Guarani.
Assinam o convite a Secretária Municipal de Saúde Maria de Brito Lô Sarzi e o Prefeito de Cambé João Pavinato.
fonte: Pmc

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

As chaves para uma vida mais calma

As chaves para uma vida mais calma

HypeScience
Por em 10.10.2013 as 15:00
130524144506-stress-woman-post-its-story-top
Estamos freneticamente ocupados em lidar com as coisas que nos fazem sentir freneticamente ocupados; a vida moderna resulta em tarefas que nos sobrecarregam, bagunça que consome nossos lares, detalhes pessoais e profissionais que preocupam nossas mentes. Para resolver tudo isto, a receita é simples: procurar solucionar os pequenos problemas que podemos, e deixar os outros seguirem seu curso.

Limpe sua agenda

Todos temos a tendência de abraçar o mundo, achando que podemos dar conta de tudo. Confundimos um excesso de tarefas com produtividade.

Mas não somos tão bons como pensamos. A capacidade das mulheres de lidar com múltiplas tarefas (embora elas sejam melhores que os homens nisso), por exemplo, cai durante a ovulação, período em que os níveis de estrogênio são mais altos.
E a tecnologia nem sempre nos ajuda a ser mais produtivos, já que temos uma tendência a ficar mais tempo do que o necessário fazendo coisas como trocar e-mails em nossos smartphones — mesmo que não sejam importantes, ou que isso pudesse ser feito mais tarde, ou até mesmo ignorado.
Para fazer a limpeza nos seus compromissos, você só precisa tomar algumas atitudes simples.
Determine o que está consumindo o seu tempo. Durante um dia, a cada duas horas, anote exatamente o que você acabou de fazer, incluindo coisas como “ler as atualizações do Facebook durante meia hora” ou “digitalizar catálogos por 15 minutos depois de abrir o e-mail”. Você vai começar a ver que tem períodos de tempo que você não está aproveitando como poderia.
Pare de aceitar todas as tarefas. Normalmente, achamos que se aceitarmos novas tarefas, encontraremos tempo para elas, mas isto é autoengano. Experimente, em vez de aceitar de cara, dizer “deixe-me pensar como eu poderia fazer isso”, e então analise se você realmente pode fazer o que estão solicitando.
Tenha um plano. A maior parte das listas de “tarefas a fazer” não esclarecem, exatamente, como elas serão executadas, e as tarefas acabam parecendo maiores que são. Experimente anotar a maneira de fazê-las.
Vá e faça. Siga a regra dos dois minutos: se algo pode ser feito em dois minutos, vá em frente e faça-o. Você vai perder mais tempo pensando duas vezes nesta tarefa do que fazendo-a da primeira vez que pensa nela.
Considere as recompensas. Dentre os teus compromissos, devem haver alguns que te deixam mais disposto, e outros que te esgotam. Para todas as tarefas e compromissos que te esgotam, descubra quais recompensas você pode tirar deles e como aproveitá-las.

Limpe sua bagunça

As coisas vão se acumulando com o passar do tempo, normalmente por que não temos certeza se é a hora certa de nos livrarmos delas. E isso cria ansiedade, principalmente nas mulheres.
Quando você se livra do acúmulo de coisas e limpa o seu ambiente, também fica propenso a se livrar do acúmulo no seu próprio corpo, e a se remodelar.
Os passos para se livrar do acúmulo de coisas também são simples.
Pense pequeno. Pequenos atos de limpeza acabam desembocando em grandes atos de organização. Não pense em organizar toda a cozinha, por exemplo; se concentre em uma coisa de cada vez, como as caixas plásticas que estão começando a tomar conta dos armários.
Seja regular. Dedique-se a uma tarefa. Tenha um compromisso de, por exemplo, 10 minutos por dia, ou algumas horas durante vários fins de semana, e seja consistente e atento: desligue o celular e outras fontes de distração.
Decida o que é importante e o que pode ser descartado. Antes de começar a colecionar qualquer coisa, pergunte-se “se tudo fosse roubado, o que eu vou sair para comprar no dia seguinte?”.
Programe a coleta. 40% das pessoas que fazem limpezas acabam nunca retirando as coisas de suas casas. Agende uma coleta de doações de roupas usadas ou de móveis usados antes mesmo de começar a selecionar o que você não precisa mais.

Limpe sua mente

Não só as pessoas tem muita coisa para pensar no presente, como estão preocupadas com o futuro. Novamente, isso é especialmente verdade para as mulheres.
As preocupações atrapalham a concentração e a memória. Limpar sua mente é fundamental.
Elimine os pensamentos que incomodam. Os psicólogos falam do efeito Zeigarnik, que leva o nome de sua descobridora, a psicóloga Bluma Zeigarnik, que notou que os garçons conseguiam lembrar mais facilmente os pedidos incompletos que os que já foram servidos. O estudo que se seguiu mostrou que as pessoas têm 90% mais probabilidade de lembrar tarefas incompletas que as que já foram terminadas. Para parar de se preocupar com uma tarefa, basta dizer a seu cérebro que ela está completa.
Controle o que for possível. Quando tiver uma tarefa complexa, dedique-se ao que pode ser completado primeiro, como, por exemplo, terminar a introdução da apresentação em vez de ficar ruminando a formação da apresentação inteira. Isto vai ajudar a diminuir a ansiedade, e dar uma sensação de bem-estar em relação ao presente.
Faça alguma coisa prática. Seja limpar o jardim, amassar pão ou fazer algum artesanato, sempre que nos concentramos em algo tangível, paramos de pensar em coisas hipotéticas ou teóricas.
Gradue a perfeição em uma curva. Para todo, mundo chega o ponto em que a perfeição não é mais o que costumava ser. Adapte-se a isto. Aprenda a dividir responsabilidades, decida qual o esforço que você pode dedicar às suas tarefas (e então as execute). Você vai ver que tudo vai ficar bem. [CNN Health.com]

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Região de Paranavaí ganhará novo hospital

Região de Paranavaí ganhará novo hospital

saO secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, recebeu nesta quarta-feira (14) os diretores da Santa Casa de Paranavaí, unidade responsável pela construção do Hospital do Noroeste. Eles apresentaram o projeto para a conclusão das obras do novo hospital que terá 120 leitos, sendo 10 leitos de UTI e 10 leitos psiquiátricos, e quatro salas cirúrgicas.

“A conclusão desta obra foi muito aguardada pela população de Paranavaí e região. Estamos investindo pesado na saúde da região, com entrega de 10 ambulâncias, equipamentos e unidades de saúde”, afirmou o secretário.

Desde 2011, a Santa Casa foi incluída no HospSUS, programa do governo estadual que apoia os hospitais públicos e filantrópicos do SUS do Paraná, e recebe cerca de R$ 2 milhões ao ano para atuar como referência das redes Mãe Paranaense e Paraná Urgência.

O governador Beto Richa anunciou neste mês que o Estado investirá R$ 1,1 milhão na reforma do pronto-socorro da unidade para adequação à legislação sanitária. Em 20 anos de funcionamento, o pronto-socorro nunca recebeu uma obra de ampliação ou reforma. Além disso, será construído um prédio anexo de 200 metros quadrados. A Santa Casa de Paranavaí mantém 160 leitos com atendimento mensal de cerca de mil pessoas, dos quais 80% pelo SUS.

O Governo também entregou equipamentos no valor de R$ 670 mil para a estruturação de um centro de oftalmologia, na Santa Casa, para atender as regionais de Paranavaí, Cianorte e Umuarama. “As medidas anunciadas pelo Governo do Paraná são muito importantes, porque garantem um atendimento de mais qualidade e mais estrutura, o que permitirá trazer mais médicos para região”, disse o diretor da Santa Casa, Heracles Arraes.

Saúde Paraná

Notícias da SESA

16/08/2013

Governo entrega equipamentos de saúde para o Norte Pioneiro

zO governador Beto Richa e o diretor da 18ª Regional de Saúde, Edimar Santos entregaram nesta quinta-feira (15), em Cornélio Procópio, equipamentos de saúde para a Santa Casa e para o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte do Paraná (Cisnop).

A Santa Casa de Cornélio Procópio recebeu duas incubadoras neonatais e um respirador neonatal e o Cisnop recebeu um cardiotocógrafo e um detector fetal, visando a melhoria no atendimento aos recém-nascidos através da Rede Mãe Paranaense. Também foram entregues 24 computadores para os 21 municípios ampliarem o atendimento na área de saúde do trabalhador.

O governador Beto Richa enfatizou o caráter social das ações do Governo do Estado. “Nosso governo é voltado às pessoas. Temos realizações importantes nas áreas de habitação, saúde, educação, saneamento que impactam diretamente na melhoria da vida da população”, afirmou.

O diretor da Regional enfatizou que além dos equipamentos, a Santa Casa de Cornélio Procópio recebe cerca de R$ 2 milhões por ano para ser referência na região para as redes de atenção à saúde Mãe Paranaense e Paraná Urgência.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Beto Richa em Cianorte

Notícias da SESA

26/07/2013

Richa anuncia UTI neonatal e outras ações de saúde em Cianorte

saO governador Beto Richa participou nesta sexta-feira (26/07) das comemorações pelo aniversário de 60 anos de Cianorte e anunciou uma série de medidas para melhorar o atendimento na área da saúde do município. Serão implantados seis leitos de UTI neonatal no Hospital São Paulo. A Santa Casa receberá recursos para aquisição de equipamentos.

Richa inaugurou a sede do consórcio intermunicipal de saúde, entregou dez computadores para o Hemepar e mais 13 equipamentos para melhorar os sistemas de notificação de doenças e acidentes de trabalho para Cianorte e para Cidade Gaúcha, Guaporema, Indianópolis, Japurá, Jussara, Rondon, São Manoel do Paraná, São Tome, Tapejara e Tuneiras do Oeste.

As novas medidas, somados às ações do governo estadual em diversas outras áreas, somam R$ 13,5 milhões em Cianorte. Richa anunciou a implantação do Batalhão da Polícia Militar de Cianorte e inauguração da nova sede do Corpo de Bombeiros.

“Os investimentos retratam a presença do governo estadual em Cianorte e a nossa forma de participar deste momento tão especial do município, que cresce continuamente e de forma sustentável, garantindo oportunidade e trabalho para a sua população”, afirmou o governador.

Junto com o prefeito Claudemir Rogério Bongiorno e lideranças de diversos setores, o governador visitou o Hospital São Paulo, assistiu ao desfile cívico e descerrou a placa de inauguração da sede do consórcio intermunicipal da saúde. Além da sede própria, o consórcio da região de Cianorte recebe novos computadores e equipamentos.

O prefeito Claudemir Bongiorno disse que os investimentos na área da saúde são fundamentais e atendem aos anseios da população. “Não tínhamos UTI netonatal, que é uma antiga reivindicação da cidade”, afirmou ele. “A presença do governador enriqueceu as comemorações desta data histórica de Cianorte”, afirmou ele.

As medidas da área da área da saúde representam R$ 700 mil em investimento. É o maior volume já repassado para Cianorte, segundo o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto. O secretário explicou, também, que os dois principais hospital de Cianorte estão no programa HospSus, pelo qual o governo investe na melhoria da estrutura física e de equipamentos de hospitais públicos e filantrópicos. A Santa Casa de Cianorte recebe mensalmente R$ 80 mil. O Hospital São Paulo passa a receber R$ 40 mil mensais.

INFRAESTRUTURA – O governador disse que a duplicação da PR-323, muito aguardada pela população do Noroeste, é prioridade do governo na região. Ele explicou que o Governo do Estado já está fazendo a duplicação do primeiro trecho, de Maringá a Paiçandu, e realizando melhorias, como construção de acostamento, no trecho de Umuarama a Iporã. “A duplicação de toda a extensão é uma obra cara e o Governo do Paraná, assim como os governos estaduais, não tem como suportar”, disse Richa.

Ele explicou que a obra será feita através de Parceria Público-Privada. Até outubro a construtora Odebrecht entregará o projeto para análise. “A partir daí discutiremos a melhor forma de garantir essa duplicação”, disse o governador.

MAIS INVESTIMENTOS - Na área da educação, está em construção em Cianorte o colégio estadual de educação profissionalizante, um investimento de R$ 6,8 milhões. A previsão é que esteja concluído em dezembro. No colégio Dom Bosco, o governo construiu três novas salas de aula. A obra ficou em R$ 215 mil.

Cianorte já recebeu quatro viaturas – três para a PM e uma para a Polícia Civil. A Copel investirá R$ 1,2 milhão em obras na linha de distribuição de energia de Cianorte. O governador anunciou a implantação do sistema de abastecimento de água na comunidade Aprontonio. Serão investidos R$ 123 mil.

A Cohapar e a Caixa Econômica Federal irão investir R$ 830 mil na construção de 29 moradias na área rural. O governador assinou convênio com a prefeitura para repasse de R$ 66 mil para aquisição de calcário, destinado a pequenos produtores.

O governador cumpre agenda, também, em Tapejara, Tuneiras do Oeste, Araruna, Terra Boa e Jussara. Em breve, mais informações sobre os eventos nestes municípios.


Cambé é referência nacional no combate a dengue

Cambé é referência nacional no combate a dengue

PDF
A Secretária de Saúde Alessandra Garcia Gonzales Vaz falando da experiência de Cambé em Brasília
Cambé através da Secretaria Municipal de Saúde participou no mês de julho do XXIX Congresso do CONASEMS – Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. O município foi indicado pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná para mostrar a experiência de Cambé no Seminário: Organização do Controle da Dengue nos Municípios onde foi apresentadas as experiências de Fortaleza – Ceará, Rio de Janeiro - RJ e Cambé – Paraná.
Segundo a Secretária Municipal de Saúde Alessandra Garcia Gonzales Vaz “Para a nossa equipe foi o reconhecimento do No Centro de Eventos em Brasília: Dr. Alexandre Kiep (RJ), Dr. Giovanini Coelho (Coordenador Nacional da dengue), Alessandra Garcia Gonzales Vaz (Cambé PR) e o Dr. Antonio Silva Neto (Fortaleza CE) trabalho e a garantia de que o esforço valeu a pena e a presença de Cambé em Brasília foi gratificante para toda a saúde pública do município”.
Em Brasília, Cambé apresentou a integração dos agentes comunitários de saúde com os agentes de combate a endemias nas ações de combate a dengue onde Cambé conseguiu alcançar  resultados positivos através dessa integração que levou a diminuição da infestação do índice de mosquito; redução em 50% dos pontos estratégicos do controle dos agentes (recicladores), além de não termos registrado nenhuma epidemia, desde 2009.
Esse trabalho não está finalizado já que as ações e integrações são constantes na resolução dos conflitos que surgem no dia a dia. O importante é que estamos trabalhando atentamente na melhoria da qualidade da saúde da população. Finalizou Alessandra.
Para o Prefeito João Pavinato existe em Cambé a vontade política de cuidar bem da saúde da população esse é o nosso objetivo.
 

Minha Casa Minha Vida em Cambé


Mais 180 famílias são beneficiadas com casa própria em Cambé

PDF
Mais 180 famílias são beneficiadas com casa própria em Cambé
O Programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal, através da Caixa Econômica em parceria com a Prefeitura de Cambé entrega no final do mês de agosto 180 casas do Residêncial Água da Esperança, construídas pela Construtora Cantareira para famílias com rendas de 2 a 5 salários mínimos.
Presenças confirmadas na entrega das moradias às famílias beneficiadas o prefeito de Cambé João Pavinato, o superintendente da Caixa Econômica Federal Élcio Lara, o Deputado Federal Edmar Arruda, demais autoridades locais e lideranças da comunidade.
 

sábado, 29 de junho de 2013

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, diz

25/06/2013

"Paraná já tem pacto pela saúde, mas faltam recursos federais"

415O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, comentou o Pacto pela Saúde anunciado pela presidente Dilma na segunda-feira (24) e disse que o Paraná já tem um pacto real pela saúde garantido com recursos e ações sistematizadas em seu plano estadual de saúde. Segundo ele, o que o Estado reivindica é mais investimentos federais na área, uma posição defendida pelo governador Beto Richa durante o encontro com a presidente, governadores e prefeitos de todo país, em Brasília.

“O anúncio do governo federal foi modesto e não contempla o esperado por todo país, que é a garantia de mais recursos no orçamento do Ministério da Saúde”, disse Caputo Neto. Em 2012, foi promulgada a lei federal 141, que determina o mínimo a ser investido em saúde pelos governos estaduais e municipais, 12 e 15%, respectivamente. No entanto, o percentual mínimo de 10% para o governo federal não foi definido por lei.

Se a regra fosse mantida para as três esferas de governo, o Sistema Único de Saúde teria garantido em orçamento R$ 35 bilhões a mais. “Só teremos a integralidade e equidade no atendimento em saúde com a garantia dos 10% da União”, ressalta o secretário.

O primeiro orçamento do Governo Beto Richa destinou R$ 340 milhões a mais para a área e neste ano são R$ 410 milhões a mais em relação ao que era investido anteriormente. Em quatro anos, os recursos orçamentários da Saúde terão aporte extra de pelo menos R$ 1,57 bilhão. Esses números podem ser verificados através da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). “O Paraná tem ampliado os recursos para a saúde e isto é fato, não retórica”, diz o secretário.

“Uma prova de que faltam mais recursos federais para a saúde são os R$ 25 milhões ao ano que o Paraná tem bancado no teto estadual do SUS, recursos que deveriam vir do Ministério da Saúde”, disse Caputo Neto.

Unidades de Saúde – O secretário destacou o forte investimento do Paraná na construção, reforma e ampliação de unidades de saúde, além do apoio para custeio das unidades e na capacitação das equipes municipais. Segundo ele, somente em 2013, o Estado está investindo R$ 50 milhões para construção de 108 Unidades da Saúde da Família. “Caberia ao Ministério da Saúde a liberação de recursos para outras 108, que atenderiam a demanda de todas as regiões do Paraná”. Em três anos, o Governo do Estado liberou recursos para construção de 275 unidades, que estão sendo entregues aos municípios totalmente equipadas e prontas para o funcionamento.

Cursos – Quanto à ampliação da oferta de cursos de medicina, Caputo Neto ressaltou que as Universidades Estaduais, totalmente bancadas pelo Governo do Estado, já oferecem cursos qualificados em todas as regiões. Com a criação do novo hospital estadual em Guarapuava (em projeto), a Unicentro poderá ofertar mais um curso de medicina no Paraná. Além disso, o Estado apoia a criação de cursos de medicina em universidades particulares, como é o caso da Cesumar, em Maringá, e da PUC, em Londrina.

“Além de apoiar a formação de novos médicos e profissionais de saúde, estamos investindo na educação permanente de nossas equipes. Também auxiliamos as instituições que oferecem cursos de capacitação para os profissionais da rede pública e isso tende a melhorar muito a qualidade dos nossos serviços”, disse.

Outro ponto que pode melhorar o acesso da população a serviços de saúde de qualidade, segundo o secretário, é o Telessaúde. O instrumento de comunicação está sendo implantado no Paraná e possibilita a troca de informações entre equipes médicas, além de tirar dúvidas dos profissionais que estão afastados dos grandes centros.

Uma pesquisa da Associação Médica do Paraná afirma que o que afasta os profissionais do interior e de bairros afastados não é o salário, mas sim a falta de estrutura e de apoio às equipes de saúde
     
     

sábado, 22 de junho de 2013

Os secretários da Saúde, Michele Caputo Neto, e do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, inauguraram nesta quarta-feira (19), em Londrina, o Centro Mãe Paranaense. Estruturado junto ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar).

otícias da SESA

19/06/2013

Governo do Estado inaugura Centro Mãe Paranaense em Londrina

saOs secretários da Saúde, Michele Caputo Neto,  do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, e o Controlador interno do Paraná Cidade Tiago Amaral inauguraram nesta quarta-feira (19), em Londrina, o Centro Mãe Paranaense. Estruturado junto ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar), o centro fará o acompanhamento permanente de gestantes e crianças de risco da região.

“Vamos potencializar as ações da Rede Mãe Paranaense, que em um ano já conseguiu resultados extraordinários. A mortalidade materna foi reduzida em 41,87%, o melhor resultado da história no Paraná”, disse o secretário.

No Cismepar também foi inaugurado o ambulatório especializado no atendimento de pessoas com hepatites virais. Neste espaço será feito o tratamento com inibidores de protease, que é realizado quando os doentes já não respondem a medicamentos tradicionais utilizados no tratamento da Hepatite C. “Este ambulatório presta atendimento aos pacientes que necessitam de acompanhamento após a utilização destes medicamentos. É mais um tratamento de alto custo oferecido pelo Sistema Único de Saúde no Paraná”, explicou o secretário.

NOVO CENTRO - Em reunião com o secretário na tarde desta quarta-feira, o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, fez a cessão do terreno onde será construído o novo centro de especialidades da região, em parceria com o Cismepar. Neste centro também será instalada a central de laudos de mamografia, que será responsável por garantir diagnósticos mais rápidos e seguros. Um mamógrafo recém-adquirido já está em Londrina.

MÃE PARANAENSE – Lançada em maio de 2012, a Rede Mãe Paranaense completou um ano com ações de pré-natal e de acompanhamento do crescimento e desenvolvimento das crianças, especialmente no primeiro ano de vida. O objetivo da rede é reduzir as mortes de mães e crianças em todas as regiões do Estado.

Em dois anos, o Paraná já conseguiu reduzir o índice de mortalidade materna em 41,87%, a maior redução dos últimos 20 anos. Em 2012, mais de R$ 90 milhões foram investidos para a implantação da Rede Mãe Paranaense e está prevista a aplicação de mais R$ 126 milhões neste ano.

MAIS INVESTIMENTOS: O Governador Beto Richa e o Secretário Estadual da Saúde Micheli Caputo Neto em mais uma inauguraçào.

Notícias da SESA

20/06/2013

Richa inaugura hospital de Florestópolis e destaca ações na área da saúde

saO governador Beto Richa inaugurou nesta quinta-feira (20) a nova ala do Hospital Municipal Santa Branca, de Florestópolis, na região norte do Estado. O investimento soma R$ 1 milhão na obra e em equipamentos hospitalares. Richa cumpriu agenda, também, em Pitangueiras. O governador falou sobre as ações do Estado já realizadas ou em andamento e anunciou novas ações para os dois municípios.

O Hospital Municipal Santa Branca tem 25 leitos e faz atendimentos de baixa complexidade. O governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, repassou R$ 833,2 mil para as obras de ampliação, que foram concluídas em março deste ano. A secretaria Estadual da Saúde aplicou R$ 231,8 mil para aquisição de equipamentos, como mesa cirúrgica, monitor, desfibrilador, cardioversor, eletrocardiógrafo e bisturi eletrônico. Além disso, haverá repasses mensais de R$ 5,2 mil para custeio do hospital.

“O investimento feito neste hospital resulta em atendimento mais ágil e de mais qualidade para a população. Esse é o aspecto mais importante, ter a melhoria de vida do cidadão como objetivo principal das ações do governo”, disse Beto Richa.

O governador destacou a evolução do Paraná na área da saúde. “Com a rede Mãe Paranaense, o Estado reduziu em 41% a mortalidade materna, a maior redução no Brasil”, disse Richa. O Estado atingiu, também, a menor taxa de mortalidade infantil. Nos últimos dois anos, foram contratados 1.300 novos profissionais para a área da saúde. Em quatro anos, o atual governo destinará à área da saúde R$ 1,6 bilhão a mais que o governo anterior.

“A melhoria no hospital beneficia imensamente toda a população, mas principalmente as gestantes, que poderão ter seus filhos aqui, sem precisar sair da cidade”, disse o prefeito Onício de Souza.

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, afirmou que o governo trabalha organizando as estruturas de atendimento nos municípios. “Já estamos construindo 275 unidades da saúde da família em todo o Estado para manter o atendimento à saúde o mais próximo de onde as pessoas vivem", disse ele . Caputo Neto destacou que a população de Florestópolis, bem como as dos demais municípios da região, serão beneficiadas pelo Centro Mãe Paranaense instalado em Londrina e inaugurado na quarta-feira (19). Ainda neste ano começa a ser construído em Londrina um centro de especialidade, que atenderá também a população da região.

MAIS INVESTIMENTOS - O prefeito de Florestópolis, Onício de Souza afirmou que na história de Florestópolis nunca o governo havia feito tantos investimentos no município. O prefeito enfatizou o recurso a fundo perdido do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM), que será aplicado na pavimentação de ruas. “Esse programa é inovador e democrático, porque é a própria cidade, através de sua população, que escolhe as obras que receberão os recursos”, disse ele.

O Governo do Estado, através da Cohapar, e o Governo Federal, através da Caixa Econômica, já construíram 114 moradias urbanas no município. Estão em fase de projeto 25 unidades urbanas e mais 20 rurais. O investimento em habitação soma R$ 6,2 milhões.

Estão concluídas, desde maio, as obras de reparo no Colégio Estadual Professor Eudice de Oliveira. Foram aplicados R$ 125 mil na obra. Por meio de emenda parlamentar, o Colégio recebeu 16 aparelhos de ar condicionado.

No encontro com o prefeito, Beto Richa anunciou o projeto de quadra coberta no Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos Genésio Franco da Rocha. Serão aplicados R$ 185 mil. O município fez adesão ao programa Família Paranaense, que presta atendimento integral ás famílias que vivem em situação de extrema pobreza.

Florestópolis foi incluída, também, no programa de sinalização horizontal e vertical (R$ 120 mil). Beto Richa anunciou a construção de cabeceiras e vigas em duas pontes no rio Capim, um investimento de R$ 600 mil. O município já recebeu uma viatura para a Polícia Militar. O governador repassou, também, recursos para a prefeitura adquirir calcário para pequenos agricultores e comprar óleo diesel para máquinas de patrolamento de estradas rurais.

PITANGUEIRAS – “A parceria que o Governo do Estado faz com os municípios beneficia muito a população”, afirmou o prefeito de Pitangueiras, Antonio Edson Kolachinski. “Os investimentos do governo são fundamentais, principalmente para os pequenos municípios. Tudo o que está sendo feito pelo Estado aqui em Pitangueiras seria praticamente impossível de ser realizado só com o dinheiro do município”, afirmou ele.

Com três mil habitantes, Pitangueiras recebeu investimentos em saúde, educação e infraestrutura. No encontro desta quinta-feira, o governador Beto Richa assinou contrato para a construção de moradias urbanas para 42 famílias. O investimento será de R$ 2,1 milhões, feito em parceria pelo Estado, através da Cohapar, e a Caixa Econômica Federal. Richa destacou a prioridade que sua gestão dá para habitação e lembrou que estão em fase de projeto no município a construção de mais 18 casas rurais 42 urbanas.

Pitangueiras recebeu R$ 300 mil a fundo perdido Plano de Apoio Desenvolvimento dos Municípios (PAM). O prefeito disse que os recursos serão utilizados para fazer a cobertura da capela mortuária, ampliar a creche, melhorar a cozinha do salão comunitário da cidade e reformar o terminal dos trabalhadores rurais.

No município já foram concluídas as obras de pavimentação e reparos no Colégio Estadual Odete Borges Botelho. Por meio de emenda parlamentar, o Colégio recebeu oito aparelhos de ar condicionado. O governador repassou recursos para a prefeitura adquirir calcário para os pequenos produtores rurais e comprar óleo diesel usado em máquinas de patrolamento de estradas rurais.
© Secretaria da Saúde